sexta-feira, 25 de março de 2011

Fundador da ONG Pão é Vida sofre acidente Automobilístico em PE.


O Ronaldo Henzel (Fundador da ONG Pão é Vida) estava se deslocando para o Sertão do Moxotó em Pernambuco onde iria trabalhar numa base operacional da Pão é Vida que está sendo erguida para o trabalho social com as famílias carentes de Inajá. 

Cerca de 30 metros após Ronaldo passar por uma lombada. na saída de Santa Cruz do Capibaribe, seu veiculo foi atingido frontalmente por uma caminhonete Hillux que ultrapassava outro veiculo.  O acidente de trânsito ocorreu na PE 160 por volta das 5:00h da manhã de terça feira dia 22 de março de 2011.
O Ronaldo ficou por 35 minutos sem os primeiros socorros, após ser socorrido pela própria polícia, dada a gravidade do acidente teve que ser conduzido a Caruaru, onde foi avaliado por uma equipe médica.
O impacto da cabeça contra o para brisa causou uma perda temporária, da memória anterior ao acidente, após 48 horas do ocorrido, ele começou a reagir e conhecer as pessoas... Algumas coisas ele ainda não lembra,  graças a Deus está fora de perigo.
Alguns dos problemas enfrentados após o acidente...
1. O SAMU foi acionado, mas não compareceu ao local do acidente.
2. O hospital municipal Raimundo Francelino Aragão não disponibilizou uma ambulância para transferência da vítima para outra cidade, ele foi conduzido em um carro emprestado.
3. Com os fatores acima somente 10 horas após o ocorrido ele foi avaliado pelo Neurologista em Caruaru, e depois transferido para o Recife.
4. Não houve perícia no local (esse é um serviço inexistente em Santa Cruz do Capibaribe / PE)... pela posição que ficou a Ipanema, Ronaldo foi acusado de ter invadido a pista contrária... Como ele estava ferido e em total estado de choque ficava fácil acusá-lo.
No dia seguinte um borracheiro e um “chapa” disseram que a caminhonete Hillux vinha em alta velocidade tentando uma ultrapassagem quando colidiu com a Ipanema dirigida pelo Ronaldo Henzel.
Duas outras pessoas ligaram para a rádio Vale, emissora de Santa Cruz, após o acidente em defesa do Ronaldo alegando que a Ipanema foi atingida pela Hillux, que estava ultrapassando em alta velocidade, e o proprietário da Hillux teria movimentado o carro para culpar o Ronaldo que ferido, e em estado de choque não podia se defender...
Esses foram apenas alguns do fatos lamentáveis que ocorreram após o acidente... assista o vídeo sobre o acidente.


sábado, 12 de março de 2011

Foi inaugurado o espaço físico no sítio Baixa II em Inajá / PE

No inicio do mês de Março de 2011,  realizamos atividades em 2 sítios do Sertão do Moxotó, em Pernambuco, foram exibidos filmes em telão, realizamos também atividades educativas como: teatro de fantoches e concurso de pintura. As atividades acorreram durante inauguração do espaço físico que foi erguido no sítio Baixa II, no município de Inajá / PEA equipe composta de 15 pessoas, entre parceiros e voluntários da ONG Pão é Vida puderam utilizar as instalações para hospedagem e realização de atividades. Durante as atividades com as crianças da comunidade, enquanto elas pintavam desenhos, um jovem que aparentava uns 18 anos se aproximou e pediu para pintar também.  O jovem estava pintando como uma criança de 3 anos pintaria... Ele disse que cursava quarta série do ensino fundamental, porém, não sabia escolher as cores, pedíamos pra ele pintar as folhas com lápis verde, ele pintava com a cor vermelha...  O voluntário Jader (Conexão ide) foi ensinando como pintar e quais as cores corretas, ao final da atividade com a devida orientação o desenho dele ficou lindo! 
70 crianças e adolescentes o receberam o kit sorriso, contendo escova e creme dental
76 famílias receberam cestas de alimentos e kit com mat. de limpeza e higiene pessoal
Mais de 2 mil peças de roupas foram doadas para pessoas das 2 comunidades; as roupas foram arrecadadas porque ao conhecermos a comunidade vimos que as pessoas se vestiam com roupas esfarrapadas e sujas. No dia seguinte já era possível vê-los bem vestidos durante as atividades que realizamos no espaço.
Duas bicicletas doadas foram entregues para 2 crianças, o Odair e o Tonho, que mesmo sem saber guiar, saíram radiantes com os presente, que foi doado por parceiros para esse fim. A inauguração do espaço físico que foi erguido no sítio Baixa II, no município de Inajá, aconteceu dia 06 de março de 2011,  foi um momento emocionante  principalmente para Ronaldo Henzel (Fundador da ONG Pão é Vida), MissAntônio Manoel, Lelego... pessoas  que voluntariamente trabalharam nesse local por 45 dias para erguer a obra. Os materiais foram doados por parceiros de Santa Cruz do Capibaribe.
Conforme prometido a comunidade, exibimos no telão, no sábado dia 05 de março, o filme Madalena, no dia seguinte foi realizado uma tarde de louvor e agradecimento a Deus e o momento de consagração do local a Deus.
Pr. Ronaldo Henzel, falou aos presentes que ali seria um local para realização de atividades cristãs e de inclusão social que venham beneficiar as famílias das comunidades.
Agradecemos todos da equipe que estiveram conosco nos sítios nesse projeto, pessoas que poderiam ter ido passar os dias de carnaval nas belas praias do litoral nordestino, no entanto, abriram mão do descanso e do conforto para servir ao próximo e levar a mensagem de Cristo naquele local. Agradecemos a todos que contribuíram de algum modo e também as 2 empresas que emprestaram seus veículos, a loja Cheiro de Pano e a Rota do Mar.



                                            HISTÓRIA DE VIDA HUMANA 

Ronaldo e Joana D arc Henzel, um casal empreendedor que no ano de 2004 vendeu suas empresas: uma distribuidora de material publicitário (A RRH) e um Instituto de beleza, (CORTES & CIA) compraram um Motor home. Saíram do Rio Grande do Sul para o Semi árido brasileiro onde ao longo dos últimos 6 anos estão desenvolvendo vários projetos. Moraram por 3 anos dentro do ônibus percorrendo e estados do Nordeste com projetos itinerantes. Um trabalho social e missionário que vem sendo reconhecido por diversas mídias ( RBS TV afiliada da Globo no RS Sidys TV a cabo, revista Época, Domingão do Faustão, CN agitos do RN - Blogs, jornais e revistas  em todo Brasil). O Casal e voluntários atuam há 6 anos em São Paulo e no Nordeste brasileiro levando os projetos e ações a municípios com baixo e médio índice de desenvolvimento humano.
CONTATOS (81) 9278 9315 / 9752 0140 - Email / MSN: ronaldo_joanadarc@hotmail.com
VOCÊ PODE CONTRIBUIR PARA O CASAL CONTINUAR REALIZANDO O QUE SE PROPUSERAM - CAIXA ECONÔMICA FEDERAL – AG: 1038 –OPERAÇÃO 013 -  9210-1 - 
O MSN DO CASAL É: ronaldo_joanadarc@hotmail.com - Fones Claro (81) 9278 9315 (81) 9752 0140 Tim
          FONTE:   Fragmento da reportagem feita para CN em destaque em 2009

sexta-feira, 4 de março de 2011

Atividades da Pão é Vida em Manari e Inajá em PE.

Famílias vivendo como caçadores coletores, crianças bebendo garapa de açúcar? Não isso não acontece mais no Brasil!!! Infelizmente isso ainda acontece no Brasil, entre os municípios de Manari e Inajá em PE.
Iniciamos o relacionamento com a comunidade nos sítios das Baixa e Baixa II em 2009 através de um voluntário da ONG Pão é Vida, O Antônio Manoel, que já estivera visitando a comunidade em 2008 e em 2009 passou a residir em Manari com sua família. Construímos um espaço físico nessa comunidade com a ajuda de parceiros, para realizar atividades para a comunidade.
Alguns projetos que estão sendo pensados para essa comunidade são:
Curso de corte e costura
Plantação de um pomar
Criação de tilápias.
Precisamos de apoio financeiro para que possamos avançar com o objetivo de implementar projetos sustentáveis na comunidade, onde em dezembro de 2010 estivemos mais uma vez presente na vida desses sertanejos entregando alimentos e realizando palestras e atividades educativas.
Inajá possui um dos menores índices de Desenvolvimento Humano do Brasil. o nome Inajá significa em tupi, "palmeira pequena". Cidade da região do Sertão Pernambucano, microrregião do Sertão de Moxotó. Tem autonomia política desde 02/01/1949, está a 355m de altitude e em 2007 o IBGE estima sua população em 15.223 habitantes.
Muitas famílias vivem abaixo da linha de pobreza nessa região, segundo ONU essa região possui o pior índice de desenvolvimento humano no Brasil.

I