domingo, 23 de outubro de 2011

Comemoração do dia das crianças 2011, um dia para não esquecer...

Dia 15 de outubro foi um dia de comemoração e alegria para as crianças inseridas nos projetos da ONG Pão é Vida na comunidade Santo Antônio. Ao contrário de outros anos onde elas recebiam apenas lanches e presentes no dia da criança. 
Em 2011 foi programado um passeio com direito a pic nic. 
Levamos as crianças ao município de Taquaritinga do Norte, para um dia de lazer, brincadeiras...
Lições de cidadania aprendidas na teoria, ao longo desses três anos de convivência com as famílias, foram colocadas em prática.
O grupo de crianças fez bonito! As crianças não jogaram papel no chão, não houve atritos entre colegas durante o passeio, nem pisaram na grama do espaço cedido para as atividades.
Fomos ao município de Taquaritinga para um dia de brincadeiras e praticar lições de cidadania aprendidas na teoria ao logo de três anos de convivência em comunidade.
Foram momentos de muita animação e responsabilidade, levar quase 40 crianças e adolescentes para uma  atividade externa exigiu uma dose extra de cuidados, e ajuda de várias mamães monitoras.
Fomos conhecer uma fonte de água cristalina no topo da serra e a rampa do Pepeu. As crianças tiveram um comportamento exemplar! Compartilhamos com eles ao fim do dia, todo o progresso observado ao logo desses anos.  Juntos relembramos uma ocasião ocorrida no inicio das atividades da ONG na comunidade em 2008, quando algumas crianças mataram uma cobra e estavam surrando outros colegas com a cobra que era usada como chicote. 
Mostramos como eles evoluíram nas atitudes e posturas tendo respeito a natureza e ao próximo.
Joana que estava completando mais um ano de vida rodeada pelos pequeninos citava palavras que fazem parte de sua vida... Existem livros quase nunca publicados, cujas páginas somos nós que escrevemos, nelas estão registradas alegrias, desafios e porque não dizer tristezas por  momentos que nem sempre fomos compreendidos... páginas com marcas de lágrimas que rolaram em nossa face ao escrever mais um capítulo. Marcas que nos fortaleceram ainda mais para prosseguir. Somos resilientes a ponto de sairmos mais fortes das maiores adversidades. Isto se torna notório quando enfrentamos problemas. Enquanto vivermos estaremos escrevendo nossa historia, cabe a cada um de nós cuidar de cada capítulo, para que as pessoas possam ler um dia, e essa leitura venha a ser proveitosa, edificante...

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Mutirão social é realizado na Base operacional da ONG Pão é Vida no Sertão do Moxotó.


A Base operacional da ONG Pão é Vida erguida no Sertão do Moxotó após a finalização e pintura recebe voluntários para um mutirão social que ocorreu dia 8 de outubro de 2011. Além da ação social voltada para mulheres dos sítios, com cortes de cabelo, hidratação e colorimetria, muitas mulheres também fizeram a unha pela primeira vez...

Foi realizado também brincadeiras com as crianças em alusão ao dia delas, comemorado dia 12 de outubro.
Antônio Manoel, e Sirleide, que são voluntários da ONG Pão é Vida, levaram outros profissionais de Recife e Manari para realizar esse mutirão de ação social, assim, uma rede de solidariedade e amor está cada vez mais sólida, ela está espalhando amor pelos rincões desse imenso Brasil.
Conhecemos a região do Sertão do Moxotó em 2009, após matéria do Paulo Rebelo, jornalista do Recife e reportagem denominada: O Brasil dos excluídos, exibida pelo Fantástico, programa da TV Globo. O local fica a cerca de 30 km da cidade de Manari, já no município de inajá em PE. (próximo a divisa de Pernambuco com Alagoas).
Chegamos ao local utilizando trilhas de acesso feitas pelos próprios moradores com pás, enxadas e carroças...
Visitamos 3 sítios, onde tivemos a sensação de ter voltado no tempo, pequenas casas de taipa sem mobília, crianças que aos 8, 9 anos não possuíam uma escova de dente. Os brinquedos que tinham eram cacos de telha, outras crianças menores bebiam garapa de açúcar e comiam farinha com açúcar...
Encontramos nessa região pessoas vivendo de modo rudimentar em pleno século XXI, alguns deles dizem ser descendentes de índios que habitaram a região no passado.
Iniciamos em novembro de 2010 uma campanha denominada Natal com mesa farta, o alvo era audacioso, levarmos um caminhão de alimentos para essa região de difícil acesso, o objetivo foi alcançado graças à solidariedade de diversos parceiros.
Dia 04 de dezembro 2010 realizamos a entrega das cestas de natal nos sítios, o grupo Átrios da congregacional vale central que se voluntariou para levar instrumentos musicais para tocar lá no meio dos sertões.

Na ocasião todas as crianças ganharam kits contendo escova, creme dental e sabonete, durante essa ação de cidadania a Dra Pollyanna ensinou as crianças como escovar os dentes corretamente. Os fantoches foram utilizados para mostrar às crianças a importância da higiene bucal.
Uma das experiências marcantes aconteceu na volta para a cidade de Manari, avistamos um sertanejo magro e alto na estrada, andava em um jumento, carregando uma velha espingarda e nas costas um alforje vazio...

Paramos ao lado dele, Ronaldo o abordou perguntando se aceitaria uma cesta de alimentos. Ao receber os mais de 30 kg de alimentos, com voz embargada disse: moço está vendo aquela serra lá longe? Saí de lá ao nascer do sol, em busca de uma caça, até agora não encontrei nada, (eram aproximadamente 14:00h). Deus ama você, e esse amor está sendo demonstrado através dessa ação, disse Ronaldo ao sertanejo, que tirou o chapéu e ergueu aos céus, e o abraçou com olhos marejados.
A equipe da ONG Pão é Vida que já desenvolveu outros projetos no Sertão do Moxotó, como pintura em tecido e customização, onde mulheres foram capacitadas com a técnica e receberam todo o material gratuitamente.
Precisamos de apoio financeiro para que possamos avançar com o objetivo de implementar projetos sustentáveis na comunidade das Baixas em Inajá onde com a ajudade parceiros construímos um espaço físico para atividades da instituição. Já temos o recurso necessário para perfurar um poço no Sertão do Moxotó que irá beneficiar uma comunidade inteira com um projeto de irrigação para plantio, assim as famílias poderão suprir as necessidades básicas e ainda gerar renda.

Um dos projetos em curso visa cercar com 8 fios de arame farpado 10 lotes de terras para que cada família possa plantar de modo seguro, evitando que as cabras devorem as lavouras, isso terá um custo aproximado de  R$2.000,00 reais por família.
Outro projeto que está nascendo o curso de costura para as mulheres, algumas máquinas de costura cedidas pela empresa Rota do Mar foram levadas ao Sertão, aguardamos agora os recursos para implementar esse projeto.
Sabemos que não será fácil mudar realidades numa região vista á décadas apenas como "celeiro de votos", cremos que Deus está ao nosso lado, Ele deseja a felicidade e realização plena de cada indivíduo.

Ninguém está autorizado receber doações em dinheiro em nome da associação Pão é Vida, existe uma conta corrente em nome da Instituição desde à sua fundação onde você pode contribuir financeiramente se desejar.

PÃO É VIDA - AG: 0361 -1  CONTA CORRENTE 15.422-9 - BANCO DO BRASIL.
Agradecemos as empresas parceiras como: Cheiro de Pano, Império dos Retalhos, BNZ T-Shirts, Rota do Mar, Posto Dynamus que são parceiras dessa  iniciativa.